segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Vida saudável #1

Olá gente! Em tempos, já tinha investido numa forma mais saudável de levar a minha vida e a verdade é que estava a resultar bem, mas coisas foram acontecendo e acabei por deixar para trás tudo o que tinha conseguido e voltar aos maus hábitos. Durante a gravidez da Alice, decidi que devia mudar isso novamente. Não fiz por isso quando ainda estava grávida, mas depois do nascimento dela, já com mais vontade e disposição para me mexer, pus mãos à obra.

O primeiro conselho que dou para esta jornada é pesquisarem muito. Pessoalmente, considero que uma alimentação saudável pode sair um pouco mais caro, a verdade é essa. Pratos com massas, arroz, carne de porco e afins são coisas que rendem e não pesam tanto no orçamento. Cereais ao pequeno-almoço é simples e rápido e isso também nos ajuda a ganhar tempo no dia-a-dia, pelo que optamos muitas vezes por isso (se não para nós, para os miúdos).

Contudo, com alguma pesquisa, a coisa faz-se. É preciso é perder um pouco de tempo a procurar os produtos e as receitas adequadas. Ainda ando nesta fase e um blog que muito me cativou e que tem sido uma autêntica bíblia é o Na Cadeira da Papa. Cheguei lá à procura de ideias para as primeiras refeições da Alice e deparei-me com um mundo de receitas saudáveis e dicas super úteis.

As primeiras alterações que implementei foram simples, baseadas na decisão de que não posso cortar tudo de uma vez, porque sei, por experiência, que isso só me vai dar vontade de comer este mundo e o outro. Não funciona para mim! Portanto, neste momento estamos assim:

  • Deixei de comer os tradicionais cereais de pequeno-almoço. Para o meu filho, que adora e comia todas as manhãs, não quero ser tão radical, mas chegámos a um acordo: come, para já, dia sim, dia não.

  • Deixei de beber leite com chocolate. Não consigo beber leite magro, acho sempre muito deslavado, o que consumo é leite sem lactose meio-gordo. Contudo, o leite da Mimosa com aveia, do já qual falei aqui, é magro, sem lactose e absolutamente delicioso. Comecei a beber com mais frequência. O Leo não liga muito mas gosta do leite sem lactose simples. Óptimo!

  • Voltei a beber mais chá. Uso para substituir o leite com chocolate que bebia muito. O meu favorito, além do de limão, é o de baunilha e caramelo da Lipton.

  • Bebo mais leite com café. Como deixei de usar chocolate e continuo a não conseguir prescindir do leite... bom, na verdade, não é café, é Bolero. Mas o sabor é, basicamente, o mesmo. O miúdo também gosta.

  • Substituí o açúcar branco que usava para adoçar o chá (por exemplo), por açúcar mascavado. Ainda não tenho estômago para beber o chá sem adoçá-lo!

  • Comecei a experimentar receitas saudáveis de pequenos-almoços, snacks e lanches do blog Na Cadeira da Papa. Alguns aprovados pelos homens da casa, outros nem tanto. Irei, eventualmente, publicar aqui na rubrica Na Cozinha da Cy.

  • Comecei a fazer mais sopas. O marido torce o nariz e o filho também. Mas é uma óptima maneira de comermos mais legumes e de complementar uma refeição. Também comecei a usar mais courgette e chuchu para substituir a batata (ainda uso, mas em menos quantidade).

  • Abasteci a despensa com coisas compradas entre o Celeiro e o Continente para investir nessas receitas, como açúcar de côco, todo o tipo de sementes, farinha de espelta, farinha integral, flocos de aveia, flocos de quinoa, cereais puff...

  • Voltei às papas de aveia para o pequeno-almoço. Não é nenhum sacrifício, porque eu adoro! 

  • Não é que bebesse muitos sumos e os que bebia eram Ice Tea, mas aquela porra toda tem quilos de açúcar e acabei com isso. Para o filhote reduzi, tal como nos cereais. Substituí por água à maioria das refeições e sumo de laranja natural para lanches ou pequenos-almoços.

  • Passei a comer mais fruta e a impingir ao Leo. Também não é difícil porque, felizmente, ele gosta. Cortei nos snacks doces para as lancheiras da escola e investi mais nas frutas.
Para já, penso que estas foram as mudanças que consegui fazer e não é tão fácil assim, não por mim, mas pelo marido (não faço nada dele, francamente, come o que lhe apetece 😂) e pelo filho (neste ainda mando, sempre vou conseguindo qualquer coisa! 😏).

12 comentários:

  1. É tudo uma questão de hábito. Há uns meses atrás para mim era impensável tomar chá sem açúcar agora é na boa! O meu preferido é o da manga e pêssego também da Lipton que tem um cheirinho maravilhoso.
    Deves ir retirando uma coisa de cada vez, senão voltas atrás na certa.
    Eu também faço algumas refeições de sopa por semana e ponho sempre uma batatinha, mas não todas para não enjoarmos. Hoje vai ser sopa com omeletes mistas, por exemplo.
    Devagar se conseguem várias mudanças 😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu como sopa sem nenhum sacrifício porque gosto genuinamente. O chá sem açucar tambem acredito que possa ser uma questão de habituar o paladar, eu é que ainda não cheguei lá :)

      Eliminar
  2. Foi por alguns passos destes que comecei, vai para 2 anos e há alguns que "já sinto no corpo" se "voltar atrás... ;)
    E sim, também comecei assim, lentamente.
    Sinceramente, concordo contigo: pesquisar, custear e adaptar, sem fundamentalismos.
    Assim é que se torna uma mudança e não apenas uma "moda"! ;)
    Se precisares de alguma ajuda diz, ou espreita as receitas lá do blogue!

    Beijinho,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É curioso, isso de sentir no corpo se voltares atrás. Eu estive 1 mês e meio sem cometer exageros e praticamente sugar free... no dia de S. Valentim, o marido ofereceu-me chocolates e eu acabei por ficar a sentir-me inchada e com dor de barriga depois de comer!

      Eliminar
  3. Antes de mais temos de nos conhecer a nós e ao nosso corpo.
    Por muito que queiramos ser mais saudáveis se cortarmos tudo de uma vez não vai resultar porque o nosso corpo passados uns dias vai começar a "pedir" aquilo que o privamos. Acho que a palavra correta nestas alturas é dosear! E assim vamos tentando equilibrar. Gosto muito de chá mas o meu preferido também é o de baunilha e caramelo da lipton. Adoro! E esse por acaso consigo tomar sem açucar mas é o único!
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não consigo, mas lá chegarei, espero :P e sim, é verdadde, o truque é mesmo dosear, pelo menos nesta fase de transição, em que o organismo ainda está em habituação!

      Eliminar
  4. As vezes bastam pequenas mudancas para fazer toda a diferenca. No meu caso, ha uns anos atras, tive mesmo de ir ao nutricionista porque tive sempre uma alimentacao minimamente saudavel (muita sopa, muita verdura, raramente comia fritos, abusava mais era dos doces mas tambem nao era nada de mais) e mesmo assim tinha peso a mais que nao me conseguia livrar. O meu problema e ter um metabolismo super super lento e nao comer muitas vezes ao dia, era capaz de passar dias inteiros so com duas refeicoes, almoco e jantar. Agora ando outra vez a ver se perco uns quilitos, mas ja sei o que preciso de fazer :)

    ResponderEliminar
  5. Também quero muito alterar a alimentação lá em casa, mas tenho tido dificuldade em arranjar tempo para me focar!!!

    ResponderEliminar
  6. Muitas destas mudanças também as tomei para mim. O meu jantar durante a semana é sempre sopa, por exemplo. Faço sopa ao fim de semana e como faço uma panela grande congelo doses individuais e tenho sopa para quase 15 dias. Cortei radicalmente no chocolate e raramente lhe toco. Como algumas bolachas mas de forma muito comedida. Quando vou às compras e tenho vontade de algo doce por norma não cedo à tentação e sigo em frente. Um truque que comecei a usar (não sei se é a melhor troca mas, para já, é o que consigo) foi o de comer um halls de melancia a seguir ao almoço, que era quando me apetecia mais um doce. Depois de acabar o rebuçado fico satisfeita. Em relação ao chá comecei por pôr um pau de canela que dá sabor sem qualquer tipo de açúcar. Ao fim de 1 semana já bebia sem nada. E hoje em dia bebo qualquer chá sem qualquer açúcar. É tudo uma questão de hábito e de reeducar o palato! Força 😊

    ResponderEliminar
  7. Essas mudanças são feitas aos poucos, mas estás no bom caminho =)

    Beijocas

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite

Férias 2019 #2