quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Do Natal

Este ano vamos ter um Natal diferente. Infelizmente, não poderemos comprar prendas a ninguém. Estamos numa situação delicada neste momento e por muita ginástica que façamos (e se a fazemos!), não vai dar para esse luxo, nem mesmo entre nós. Temos a nossa árvore montada e a casa decorada, tudo feito com a ajuda do mais velho. Vou ter o meu marido e os meus filhos comigo. Estaremos com a família, como habitualmente. Não faltará comida na mesa e amor a unir-nos. Iremos ultrapassar esta fase como ultrapassámos todas as que já ficaram para trás. Teremos dias melhores. Teremos possibilidade de dar o mundo aos nossos filhos.


Entretanto, apesar de o meu projecto solidário Luta Por Um Sorriso ter ficado adormecido desde que tive a Alicinha, decidi trazê-lo de volta à vida agora. E estou a fazer uma angariação de bens alimentares e de higiene para as duas famílias carenciadas que costumamos ajudar, bem como outras pequenas coisas de que precisam. Ao mesmo tempo, criei um grupo de doações entre pessoas aqui da vila, com o objectivo de reduzir o desperdício e evitar que coisas que já não nos fazem falta vão para o lixo, ganhando novos donos. Porque ajudar faz bem à alma. 😉

11 comentários:

  1. O Natal é amor e se terão a mesa cheia de quem vos ama é o melhor presente que podem ter. Esta semana a minha sogra perguntou-me o que queria de presente para o Natal, sinceramente não quero nada material, quero o meu filho ao meu lado (que nasça antes), quero a família feliz e sentir amor.
    O meu último Natal foi em 2015, o último Natal com a minha mãe, irá novamente ser Natal para mim a vida renasce portanto não há nada mais importante nesta vida senão o bem daqueles que amamos e o amor.
    Melhor tempos virão para vocês, corações bons trazem coisas boas.

    ResponderEliminar
  2. Melhores dias, virão.
    Já sabes o meu e-mail, caso consideres que vos posso ajudar. <3

    ResponderEliminar
  3. As prendas são o acessório, o bom do Natal é estarmos todos juntos, no quentinho, a conversar, jogas jogos e um sem fim de coisas da nossa imaginação!!

    ResponderEliminar
  4. Lamento saber que as coisas, por agora, não estão bem.
    Mas tens o espírito todo! <3

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Família unida, com saúde e comidinha na mesa é tudo de bom.
    Acredita.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Acho admirável e super importante que nas fases piores da vida estejamos sempre gratos por aquilo que temos e por conseguirmos ajudar os outros. É meio caminho andado para amanhã ser um dia melhor!

    ResponderEliminar
  7. Adorei a tua árvore, espero que para o anos as coisas já estejam melhores!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  8. Cynthia, acho muito nobre ajudar os outros. Sobretudo quando provavelmente também precisa de ajuda. Que gestos bonitos... Isso é o espírito de Natal. Acho mesmo que a magia de Natal é poder estar com a família, ter comida na mesa e partilhar amor. No entanto, quero dizer-lhe que se eu a puder ajudar de alguma forma avise. Posso enviar-lhe o meu e-mail. Posso fazer-lhe uma transferência multibanco (não posso transferir uma grande quantia), mas acho que mesmo pequenas quantias são importantes em algumas fases da vida. Também tenho roupa do M. (menino) que posso enviar por correio para a Alice (não posso enviar muita porque não moro em Portugal, mas posso enviar alguma). Tenho guardado tudo para um eventual futuro filho. Mas acho que se calhar seria mais importante dar à Alice se ela precisar do que guardar para um futuro filho que não sei se um dia iremos ou não ter.
    Vi durante muitos anos a minha mãe contar o dinheiro que tinha na carteira vezes e vezes sem conta no final do mês. Todos os finais do mês ela começava a fazer contas para guardar as moedas necessárias para poder comprar pão. Aquilo era angustiante. Via a minha mãe num stress e angústia permanente por causa disso. Confesso que aquilo deixou-me marcas. Mas nem por isso fez de mim ou das minhas irmãs pessoas piores. Acho que nos ensinou a dar valor aquilo que temos. Os meus pais por norma no Natal não davam brinquedos. Davam aquilo que nos fazia falta na altura: podia ser um guarda-chuva, umas botas, um casaco... E nós ficávamos felizes. Tínhamos a sorte de por norma termos algum brinquedo de tias ou vizinhos... Algum familiar. Sempre adorei a magia do Natal, os cheiros das comidinhas e a família. Acho mesmo que a minha mãe foi e é a melhor Mãe do Mundo. E acho que a Cynthia já dá o Mundo ao seus filhos ao dar-lhes amor, carinho, tempo e ao transmitir-lhes valores como o de ajudar aqueles que mais precisam. Um feliz Natal para os 4 ☺️

    ResponderEliminar
  9. Espero mesmo que tenha sido abençoado. Melhores dias estão a chegar!!

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite

A minha relação com o peso

Exactamente um mês depois do último post (sou péssima com a assiduidade por estas bandas), cá estou para vos falar um pouco deste tema. Toda...