sábado, 28 de novembro de 2020

Séries \\ Supernatural


Sinopse: A série segue os irmãos Sam Winchester e Dean Winchester que viajam por toda a América num Chevrolet Impala 1967 preto, investigando e combatendo eventos paranormais e outras ocorrências inexplicáveis, muitas delas baseadas em lendas urbanas americanas e folclore, assim como diferentes criaturas sobrenaturais.

Opinião: Esta série terminou agora, o último episódio passou no AXN White há dois dias, após 15 temporadas. E eu acompanhei todas. Comecei a ver o Supernatural com 17 anos, portanto, foi uma série que acompanhou a minha transição para a vida adulta, a minha saída da escola e entrada no mercado de trabalho, as minhas relações, o nascimento dos meus filhos, o meu casamento...

Confesso que 15 anos é muita fruta, mas consegui acompanhar sem me aborrecer. Claro, teve os seus momentos menos apelativos, como tantas outras séries até bem mais curtas, mas gostei muito. Comecei a acompanhar por curiosidade e gostei, principalmente, da dinâmica entre os dois irmãos. Foi uma das coisas que mais me prendeu durante toda a série. Porque ela não é apenas sobre caçar monstros, é também bastante emocional, vai muitas vezes à natureza dos relacionamentos entre os personagens e isso dá outra profundidade à série.

Outro ponto positivo a apontar aqui é o humor. Mesmo num mundo negro, onde os Winchesters vêem tudo o que há de mais feio, existe humor e algumas personagens acertam nesta vertente na mouche (Dean, Crowley, Rowena).

Lança também toda uma nova luz sobre a noção de natureza bondosa de deus e dos anjos que as pessoas têm em geral. Obviamente que a série é ficção e nenhum de nós realmente tem contacto directo com estes seres, nem visitou o céu para saber como é (pessoa completamente ateia aqui a falar de deus e anjos 😁), mas a série mostra-nos uma versão diferente, mais negra, daquela em que as pessoas acreditam e acho isso bastante interessante.







Aqui há de tudo, confrontos entre o bem e o mal, profetas, deus, a Morte, ceifeiros, anjos, demónios, céu, inferno, os três arcanjos (Miguel, Rafael e Gabriel), Lúcifer, a vida depois da morte, purgatório, mundos paralelos, vampiros, lobisomens, bruxas e toda a espécie de criaturas sobrenaturais. Portanto, para quem gosta deste tipo de coisa é uma série bastante sumarenta. 

O final foi assim, como sempre, um pouco agridoce. Ao fim de 15 anos, acho que tinha mesmo que ser, depois de tudo o que aconteceu, da forma como a história evoluiu, já não fazia sentido continuar, porque ia ser uma repetição, um retrocesso. O final foi bastante polémico; a minha opinião é que acabou da maneira certa, apesar de ter sido tão trágica como bonita.

Primeiro episódio da primeira temporada


Último episódio da última temporada (com as mesmas roupas 😉)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite

A minha relação com o peso

Exactamente um mês depois do último post (sou péssima com a assiduidade por estas bandas), cá estou para vos falar um pouco deste tema. Toda...