domingo, 28 de dezembro de 2014

Cinema nos últimos dias


Sinopse: Num reino dominado pela tirania, a vaidosa e egoísta Rainha Ravenna descobre que sua enteada, Branca de Neve, está destinada a superá-la não apenas como "a mais bela de todas", mas também como governante do reino. A rainha ouve de seu espelho mágico que a única maneira de permanecer no poder é consumir o coração de Branca de Neve e conseguir a imortalidade. Enquanto isso, Branca de Neve escapa para a Floresta Negra e Ravenna recruta o caçador Eric para matá-la. Eric, no entanto, se apieda da jovem princesa e a ensina a arte da guerra. Agora, com a ajuda de sete anões, Eric e do Príncipe William, Branca de Neve inicia uma rebelião para derrubar sua madrasta de uma vez por todas.

Elenco: Kristen Stewart, Charlize Theron, Chris Hemsworth

Opinião: Já vários filmes foram feitos a retratar, de forma alternativa, os contos de fadas que nos são familiares (Red Riding Hood, Maleficent, a série Once Upon a Time) e devo confessar que gosto do género. Este filme conta a história da Branca de Neve e da madrasta, a Rainha Má, de maneira a que a princesa não seja retratada como uma boneca frágil, mas sim como uma princesa guerreira, que luta para derrotar a vilã. Foi a melhor prestação que vi da Kristen Stewart, já que, normalmente, ela aparece sempre com aquele ar de pãozinho sem sal. E, claro, a Charlize Theron, no seu melhor.



Sinopse: Em 1945, cientistas Nazistas, tentaram desenvolver seres humanos modificados para lutar na Segunda Guerra Mundial, mas não conseguiram, porque a guerra acabou. No entanto, com o passar do tempo cientistas continuaram com as experiências e conseguiram criar pessoas com poderes, como telepatia, clarividência, controle de mentes e telecinese; algumas cobaias são perseguidas por uma agência clandestina do governo dos EUA, chamada "Divisão", e lutam para escapar. Uma das cobaias com poderes de controlar mentes, sofre uma injecção de uma droga experimental e sobrevive, escapa e tenta conseguir ajuda com um antigo amigo que está em Hong Kong.

Elenco: Chris Evans, Dakota Fanning, Camila Belle, Djimon Hounsou

Opinião: É um filme de acção e ficção, com o que eu considero um bom elenco. Permite-nos dar asas à imaginação e abre-nos a porta para um mundo de espiões, heróis... gostei. Aconselho, vê-se bem.



Sinopse: A história passa-se num futuro distópico, após uma terceira, e destruidora, guerra mundial. A sociedade é controlada por um regime totalitário, que obriga a população a tomar uma droga chamada Prozium que anestesia emoções, prevenindo tensões sociais, pois  há a crença de que as emoções foram culpadas pelos fracassos das sociedades do passado. John Preston, o protagonista, é um membro da instituição que mantém a ordem e acaba por localizar a Resistência, o grupo que se recusa a fazer parte da nova sociedade, boicotando a droga que procura erradicar a capacidade de sentir.

Elenco: Christian Bale, Emily Watson, Taye Diggs

Opinião: Este filme gira em torno da ideia de viver numa sociedade sem sentimentos através de um medicamento que inibe as emoções. O objectivo é acabar com a ira, a raiva, o ódio, todos os sentimentos que incentivam a guerra. E, como sacrifício por um bem maior, acabar também com a alegria, o amor, a amizade. É uma ideia interessante, que nos demonstra o quão é importante ter a capacidade de sentir e o quanto a nossa vida seria vazia sem ela. Mostra-nos o desespero das pessoas que querem sentir e como só se torna tão importante quando se apresenta a possibilidade de viver sem isso. Gostei!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite