sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Update

Quem diz que ficar em casa com um bebé é vida de dondoca, claramente, nunca passou por isso. Não me interpretem mal, eu adoro. Por mim, abdicava do trabalho para ser mãe a tempo inteiro. Mas que não nos deixa muito tempo livre, como a maioria das pessoas julga, não deixa. Pelo contrário, aliás.

Aos 3 meses, a baby Alice mede 59,5 cm e pesa 5,770 kg. Anda numa fase complicada, que, pelo que entendo através alguma pesquisa e conversas com outras mães, deve ser um pico de crescimento. Anda mais irritadiça, rabugenta, ralha com o biberão uma série de tempo até começar a beber o leite. Uma fase, espero. Mas está cada vez mais gira e mais conversadora. Na próxima semana, vai levar a 1ª dose das vacinas da gastroenterite e da meningite B.


A pensar que daqui a um mês, como ela bebe leite adaptado, já vamos introduzir a alimentação complementar, ando a pesquisar e deparei-me com o blog Na Cadeira da Papa. Tem uma imensidão de receitas e ideias para snacks e alimentação saudável em geral. Já me apoderei de uma série delas para tentar aplicar ao mais velho também. Decidi que está na altura de começar a reduzir a quantidade de açucar que ele consome, porque, por muito que tentemos controlar os doces, os produtos que lhe damos aos lanches e pequenos-almoços estão carregadinhos: sumos, iogurtes, cereais, leite com chocolate, bolachas... Não me vou debruçar sobre esse assunto neste post, mas irei falando sobre as mudanças que vou fazendo e se estão a correr bem!


Como sou a maluquinha da organização e uma das minhas mais recentes resoluções foi obrigar-me a fazer mais sopas, decidi olhar para as receitas de várias sopas, munir-me do que preciso para fazê-las e cortar os legumes todos para guardar em sacos de congelação, já pré-preparadas com uma etiqueta a identificar para que sopa servirá. Assim, quando se acaba uma, só preciso tirar do congelador e despejar para a panela!


Resolvi também começar a fazer em casa os meus próprios caldos de culinária, já que deixei de usar Knorr há algum tempo. Aquilo é um veneno. E eu usava muito, pelo que decidi experimentar. Os primeiros que fiz foram caldos de carne. Guardei-os em doses individuais, para usar em cubinhos, em couvettes de gelo com tampa.


A minha sede de organização traz-me algumas ideias jeitosas e uma delas foi forrar e reutilizar as latas vazias do leite que a Alice bebe. Para já, estou a usar para isto, mas dá para as mais variadíssimas coisas (massas, bolachas, canetas, lápis, saquetas de chá... é só usar a imaginação!).


E é isto. Espero conseguir manter-me mais activa aqui pelo cantinho!

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

10 anos, meu bebé


No dia 6 de janeiro, fez 10 anos que nasceu o meu amor mais velho. Eu era uma miúda que mal sabia o quão enorme e avassalador podia ser um amor assim. Hoje atingiste o marco dos dois dígitos, a tua primeira década. És uma criança sensível e com algumas particularidades, mas nunca, em momento algum, me lamentei por ser tua mãe. És o menino mais lindo e as tuas conquistas deixam-me muito orgulhosa. Espero com todas as minhas forças que consigas sempre concretizar os teus objectivos e cumprir os teus sonhos, comigo por perto para te ajudar no que me for possível para lá chegares.


Parabéns, meu Leo! Que sejas sempre muito feliz.💛

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Natal e Passagem de Ano

Os últimos posts foram agendados, porque o tempo não abundava. Assim, venho contar-vos agora como foram as minhas festividades. O Natal, à medida que a família cresce, começa a ter que ser dividido, penso que já referi aqui como era costume fazer-se quando vivia com os meus pais. Depois, o meu pequeno nasceu e o Natal dele começou logo a ser repartido. Entretanto, juntei-me com o B. e agora nasceu a pequena Alice.

Na noite de 24, o Leo foi passar a consoada com a família do pai dele. Eu, o B. e a bebé Alice jantámos com a família do meu pai em casa dos meus padrinhos. A Alicinha foi apresentada a quem ainda não tinha tido oportunidade de a conhecer e fez as delícias de toda a gente (os bebés fazem sempre, não é?). Ali, todos os jantares de natal são feitos da mesma forma: cada um leva uma coisinha. Assim, tivemos muita comidinha boa. Havia esparguete à bolonhesa, bacalhau no forno, perú assado, arroz árabe, frango assado no forno e lasanha de tofu (prima vegetariana). Para sobremesa: diospiros, bolo de espinafres, bolo de iogurte, arroz doce, bolo Red Velvet e baba de camelo (a da minha mãe, que faz sempre sucesso e desapareceu em segundos!!).

O almoço de 25 foi passado com a família da minha mãe, com uma nuvem negra pela ausência do meu tio, mas com dois pequenos raios de sol recém-chegados à família: a Alice e a Maria. Comi menos, mas tivemos pastelinhos de bacalhau da minha avó (adoro!), cabrito, frango e batatinha frita. Broinhas, mousse de chocolate, sonhos, molotof, salada de frutas e salame. Nesse dia, oferecemos um hoverboard ao Leo. Delirou!


Jantámos com os meus sogros e cunhados depois cá em casa. Comprámos um bolo de bolacha (meh) e uma torta de laranja (di-vi-nal). A minha sogra é que cozinhou. Bifinhos com cogumelos, natas e castanhas com batata frita e salada a acompanhar. Estava de lamber os dedinhos. Também tivemos direito a choco frito e camarões, tudo pela mão dela.

E o que é que recebi?

- Agenda Mr. Wonderful - Marido
- Gel de banho perfumado + spray corporal - Sogros
- Livro - Cunhada
- Livro - Irmã
- Livro - Pais
- Conjunto de tachos - Pais
- Curso de unhas de gel - Tia

A passagem de ano foi calma, um jantar em casa dos meus pais com o marido e os filhos. Comemos caldo verde, camarão, tostinhas com patê, queijo, frango assado e batatas fritas. Bebi frizante de melão e comi tarte de côco e bolo mármore. Assisti ao concerto do Tony Carreira na TV, eu, que nem ligo à música do homem. 😂 Acabámos por passar lá a noite, porque a Alicinha estava a dormir e estava demasiado frio de madrugada para andarmos com ela de um lado para o outro. Este ano tinha a bebé pequenina e não podia aventurar-me em grandes noitadas, mas a verdade é que entrei no ano de 2019 com as pessoas que mais me importam no mundo (faltava a minha irmã, que foi para a ramboiada!).


Também na passagem de ano comemorámos 7 anos juntos, eu e o B. 7 anos de muito amor e paciência. 😂 Parabéns a nós! 💖

E as vossas festas como foram? Muitas prendinhas? Ressaca? Muita comidinha boa no bucho? Contem-me tudo.

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

2018 em livros

Em 2018 li 14 livros. Deixo-vos aqui a lista! Já leram algum?

1. Pede-me o que quiseres - Megan Maxwell


2. O labirinto dos espíritos - Carlos Ruiz Zafón (review aqui)


3. Um crime no Expresso do Oriente - Agatha Christie (review aqui)


4. O décimo círculo - Jodi Picoult (review aqui)


5. O homem de giz - C.J. Tudor (review aqui)


6. Um, Dó, Li, Tá - M.J. Arlidge (review aqui)


7. Uma verdade simples - Jodi Picoult


8. O assassino do crucifixo - Chris Carter


9. O casal do lado - Shari Lapena


10. A filha do pântano - Karen Dionne


11. No canto mais escuro - Elizabeth Haynes


12. A sombra da noite - Robert Bryndza


13. Viver depois de ti - Jojo Moyes


14. O dia em que te perdi - Lesley Pearse



Mariquinhas me confesso

Até há duas semanas, deixava a persiana da cozinha aberta durante a noite e, apesar de todas as janelas ficarem fechadas, não trancava nenh...