domingo, 28 de dezembro de 2014

Cinema nos últimos dias


Sinopse: Num reino dominado pela tirania, a vaidosa e egoísta Rainha Ravenna descobre que sua enteada, Branca de Neve, está destinada a superá-la não apenas como "a mais bela de todas", mas também como governante do reino. A rainha ouve de seu espelho mágico que a única maneira de permanecer no poder é consumir o coração de Branca de Neve e conseguir a imortalidade. Enquanto isso, Branca de Neve escapa para a Floresta Negra e Ravenna recruta o caçador Eric para matá-la. Eric, no entanto, se apieda da jovem princesa e a ensina a arte da guerra. Agora, com a ajuda de sete anões, Eric e do Príncipe William, Branca de Neve inicia uma rebelião para derrubar sua madrasta de uma vez por todas.

Elenco: Kristen Stewart, Charlize Theron, Chris Hemsworth

Opinião: Já vários filmes foram feitos a retratar, de forma alternativa, os contos de fadas que nos são familiares (Red Riding Hood, Maleficent, a série Once Upon a Time) e devo confessar que gosto do género. Este filme conta a história da Branca de Neve e da madrasta, a Rainha Má, de maneira a que a princesa não seja retratada como uma boneca frágil, mas sim como uma princesa guerreira, que luta para derrotar a vilã. Foi a melhor prestação que vi da Kristen Stewart, já que, normalmente, ela aparece sempre com aquele ar de pãozinho sem sal. E, claro, a Charlize Theron, no seu melhor.



Sinopse: Em 1945, cientistas Nazistas, tentaram desenvolver seres humanos modificados para lutar na Segunda Guerra Mundial, mas não conseguiram, porque a guerra acabou. No entanto, com o passar do tempo cientistas continuaram com as experiências e conseguiram criar pessoas com poderes, como telepatia, clarividência, controle de mentes e telecinese; algumas cobaias são perseguidas por uma agência clandestina do governo dos EUA, chamada "Divisão", e lutam para escapar. Uma das cobaias com poderes de controlar mentes, sofre uma injecção de uma droga experimental e sobrevive, escapa e tenta conseguir ajuda com um antigo amigo que está em Hong Kong.

Elenco: Chris Evans, Dakota Fanning, Camila Belle, Djimon Hounsou

Opinião: É um filme de acção e ficção, com o que eu considero um bom elenco. Permite-nos dar asas à imaginação e abre-nos a porta para um mundo de espiões, heróis... gostei. Aconselho, vê-se bem.



Sinopse: A história passa-se num futuro distópico, após uma terceira, e destruidora, guerra mundial. A sociedade é controlada por um regime totalitário, que obriga a população a tomar uma droga chamada Prozium que anestesia emoções, prevenindo tensões sociais, pois  há a crença de que as emoções foram culpadas pelos fracassos das sociedades do passado. John Preston, o protagonista, é um membro da instituição que mantém a ordem e acaba por localizar a Resistência, o grupo que se recusa a fazer parte da nova sociedade, boicotando a droga que procura erradicar a capacidade de sentir.

Elenco: Christian Bale, Emily Watson, Taye Diggs

Opinião: Este filme gira em torno da ideia de viver numa sociedade sem sentimentos através de um medicamento que inibe as emoções. O objectivo é acabar com a ira, a raiva, o ódio, todos os sentimentos que incentivam a guerra. E, como sacrifício por um bem maior, acabar também com a alegria, o amor, a amizade. É uma ideia interessante, que nos demonstra o quão é importante ter a capacidade de sentir e o quanto a nossa vida seria vazia sem ela. Mostra-nos o desespero das pessoas que querem sentir e como só se torna tão importante quando se apresenta a possibilidade de viver sem isso. Gostei!

sábado, 27 de dezembro de 2014

Happy birthday, boo!


Parabéns, meu amor! É o quarto aniversário teu que comemoramos juntos. E serão muitos mais. Por muitos altos e baixos que tenha a nossa relação, por muitos obstáculos que apareçam na nossa vida, juntos ultrapassamos tudo. Um beijo enorme. Amo-te!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

OBRIGADA!

Depois do meu pedido de ajuda para os meus sogros e cunhados, houve uma grande mobilização na blogosfera, que devo agradecer ao Homem Sem Blogue, a quem escrevi um email mais detalhado sobre a situação da minha família e que, não só partilhou no blogue dele, como se deslocou, hoje à noite, com um grupo de pessoas (amorosas e solidárias) até à casa dos meus sogros, em Setúbal, com um carregamento de alimentos, bens de higiene, roupa, brinquedos e chocolates. O meu sogro ficou sensibilizado e agradecido, disse-nos que em tempo de necessidade, uma pessoa não pode dar-se ao luxo de ter vergonha. Não estávamos à espera de tanta coisa em tão pouco tempo, mas ficámos muito agradecidos! O miúdo mais novo ficou com a maior parte da roupa (o que já lhe estava pequeno guardei para quando meu filhote crescer mais um bocadinho!). E ele até arregalou os olhos para os brinquedos! Tanto um como outro, que não estão habituados a ter doces em casa, adoraram os chocolates! É um miminho que sabe maravilhosamente a crianças (especialmente quando não costumam ter coisas destas). Fiquei comovida e foi um gesto para o qual não existem palavras suficientes para agradecer! Um MUITO e ENORME obrigada a todos os que se deslocaram a Setúbal e também a quem lá não esteve, mas também contribuiu. Desejo um óptimo Natal a todos os que nos ajudaram, aos que me lêem, às vossas famílias e amigos!

domingo, 21 de dezembro de 2014

Da irresponsabilidade

Dia 16 de Dezembro, houve um acidente no Centro Comercial Alegro de Setúbal. Um rapaz de 17 anos descia as escadas rolantes sentado no corrimão. Brincadeiras de putos. O pior aconteceu. Ele desequilibrou-se e caiu, uma queda de 15 metros. Muitos dizem que ele foi empurrado por quem ia com ele, outros dizem que é bem feita por se sentar lá em cima, outros ainda que ele ia com um grupo e ia a tentar armar-se em bom para os amigos.

Eu conheço a família, o rapaz era daqui e a cidade tem estado de luto por este miúdo. A verdade é que é uma brincadeira recorrente nos adolescentes, nesta idade, apesar de as pessoas dizerem que já têm idade para ter juízo, na realidade, pensam que nada lhes acontece. Já todos tivemos esta idade e sabemos que isto é verdade. Independentemente das circunstâncias, o que é facto é que ele já cá não está, foi uma morte violenta e dolorosa para todos o que o rodeavam.

A mãe dele sentiu-se mal no velório, o amigo que ia com ele não fala, não come... sente-se culpado e, principalmente, por haver gente a dizer que ele o empurrou, quando tudo o que ele fez foi tentar ajudá-lo. Mas a família do rapaz acredita plenamente no amigo dele. Não o culpam de nada.

Isto toca-me profundamente e deixa-me triste. Não interessa se a culpa foi dele porque quebrou as regras de segurança. Nada disso o traz de volta. E os pais e amigos estão a sofrer!

Quem quiser ver a notícia, está aqui.
E uma homenagem que eu acho muito bonita de uma amiga dele aqui.

Descansa em paz, Diogo. E força à família!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

A miséria de perto...

Venho pedir a vossa ajuda para uma situação que, embora não me afecte a mim, directamente, me é muito próxima. Não sei como pedir ajuda sem expor muito a família, mas os meus sogros e os meus cunhados (10 e 12 anos) passam por dificuldades que eu e o namorido não conseguimos resolver. Só ela tem trabalho (não muito bem pago). O miúdo mais novo fez anos hoje e não puderam oferecer-lhe nada. Nem vão poder oferecer-lhes nada no Natal. Isto parte-me o coração e nós, embora tenhamos prendinhas para eles, não podemos fazer muito, porque a nossa situação também não é fácil. Ando a tentar ter ideias para reunir dinheiro para eles, mas, para já, e porque pedir dinheiro é sempre má ideia, dado que as pessoas não confiam (e percebo porquê, também eu desconfio do destino que os donativos têm), venho aqui pedir ajuda em bens. Alimentos, massas, arroz, conservas, leite ou, se forem pessoas de perto (somos da zona de Setúbal) e queiram entregar em mão, qualquer outro tipo de alimento mais perecível, como frescos ou assim. Gel de banho, papel higiénico, champô, pasta de dentes, todo o tipo de coisas que uma família pode precisar para sobreviver. Não resolve todos os problemas deles, mas ajuda... queria pedir-vos, directamente, às pessoas que lêem este blog, mas também para fazerem campanha nos vossos cantinhos neste sentido, uma campanha solidária para eles, porque eu sozinha, infelizmente, não consigo! Se me puderem ajudar, seja de que maneira for, por favor, agradeço o contacto.

sábado, 13 de dezembro de 2014

Uma ajudinha

Minha gente, venho aqui pedir-vos a vossa ajudinha para animar a festa de aniversário do meu pequenote em Janeiro. Têm, por aí, lápis de cera/cor ou canetas de feltro/marcadores que não usem, de que se queiram livrar? Queria pôr uma mesa com folhas e material de pintura para os miúdos., se me pudessem ajudar... E, já agora, ideias são bem-vindas! 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Noção de luxo

Correndo o risco de parecer fútil, vou fazer este post na mesma. Preciso de ajuda, como precisei ao longo de vários meses. Preciso de ajuda para concretizar os meus objectivos. Preciso de ajuda para juntar roupas de bebé, fraldas, chuchas, ovo, carrinho, cama, etc, etc, etc e tudo o que um bebé precisa, para poder ter um filho; porque não quero ter um muito tarde, nem com uma idade muito afastada do que já tenho e porque quero ter tudo pronto antes de ele chegar. Preciso de ajuda para pagar contas. Preciso de ajuda para arranjar trabalho, dado que o que tenho está na corda bamba. Preciso de ajuda para comprar roupa para mim, que pouca tenho. Preciso de ajuda para me casar. Preciso de ajuda para comprar prendas de anos para o meu filho. Preciso de ajuda para tanto. Tanta, tanta coisa... No entanto, não peço. E passo a explicar! As pessoas condenam com facilidade. E sei que há muita gente que olha para mim e vê que tenho um computador, que tenho televisão e Internet, que pago uma renda, que tenho o meu filho na ginástica e na natação, que tenho uma blusa nova. Ninguém vê se pago o computador a prestações, se a natação são os avós que pagam, se a ginástica é paga a meias com o pai dele, se a blusa é dos chineses, se a renda é paga fora de horas, se as contas ficam sempre para depois do prazo, se as compras são feitas com vales de desconto e cartões e promoções... É fácil julgar, não é? "Só vêem o vinho que eu bebo, não vêem as quedas que eu dou", não é o que dizem?

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

11 Struggles Curvy Girls Know Too Well



11 lutas que as raparigas com curvas conhecem demasiado bem. Ahahah, isto fez-me rir! Revejo-me totalmente aqui.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Biscoito e bolacha

A diferença entre biscoito e bolacha. Sempre me intrigou! (sim, as questões que me vêm à mente nem sempre são profundas...)

Resolvi, por isso, ir pesquisar. E fiquei a saber que, no fundo, é exactamente a mesma coisa. Segundo a ANVISA (regulamento técnico para produtos de cereais, amidos, farinhas e farelos), não há diferença entre biscoito e bolacha. Ambos são produtos derivados da farinha, com a possibilidade de apresentarem coberturas, recheios, formatos e texturas diversas. 

O que acontece é que, cá pelo nosso Portugal, para a maior parte das pessoas, os biscoitos são alimentos de forma tridimensional enquanto os de forma plana ou achatada são chamados de bolachas.

E ainda... Nos Açores, o termo biscoito designa os terrenos de brecha vulcânica e os campos de lava recente, dando nome à freguesia dos Biscoitos, na ilha Terceira.

O que uma pessoa aprende quando pesquisa sobre biscoitos/bolachas!

domingo, 7 de dezembro de 2014

Da estupidez



Clipaholics: Uma série revolucionária de comédia que apresenta alguns dos vídeos mais absurdos que o mundo já viu.

Este programa mostra vídeos tão parvos, tão parvos... que demonstram bem até onde vai a estupidez humana. Alguns são divertidos, mas este de que vos venho falar é só... estúpido! Dois rapazes resolvem fazer um concurso de bitchslapping, ou seja, dar chapadas um ao outro para ver quem aguenta mais tempo. No entanto, não contentes com a simplicidade disto, adicionaram uma componente nova. Enrolaram à volta da mão uma lixa, dando estalos um ao outro com uma lixa na mão e o resultado foi este que se vê na foto, sendo que só pararam quando já não aguentavam mais.

Seriously?