domingo, 21 de dezembro de 2014

Da irresponsabilidade

Dia 16 de Dezembro, houve um acidente no Centro Comercial Alegro de Setúbal. Um rapaz de 17 anos descia as escadas rolantes sentado no corrimão. Brincadeiras de putos. O pior aconteceu. Ele desequilibrou-se e caiu, uma queda de 15 metros. Muitos dizem que ele foi empurrado por quem ia com ele, outros dizem que é bem feita por se sentar lá em cima, outros ainda que ele ia com um grupo e ia a tentar armar-se em bom para os amigos.

Eu conheço a família, o rapaz era daqui e a cidade tem estado de luto por este miúdo. A verdade é que é uma brincadeira recorrente nos adolescentes, nesta idade, apesar de as pessoas dizerem que já têm idade para ter juízo, na realidade, pensam que nada lhes acontece. Já todos tivemos esta idade e sabemos que isto é verdade. Independentemente das circunstâncias, o que é facto é que ele já cá não está, foi uma morte violenta e dolorosa para todos o que o rodeavam.

A mãe dele sentiu-se mal no velório, o amigo que ia com ele não fala, não come... sente-se culpado e, principalmente, por haver gente a dizer que ele o empurrou, quando tudo o que ele fez foi tentar ajudá-lo. Mas a família do rapaz acredita plenamente no amigo dele. Não o culpam de nada.

Isto toca-me profundamente e deixa-me triste. Não interessa se a culpa foi dele porque quebrou as regras de segurança. Nada disso o traz de volta. E os pais e amigos estão a sofrer!

Quem quiser ver a notícia, está aqui.
E uma homenagem que eu acho muito bonita de uma amiga dele aqui.

Descansa em paz, Diogo. E força à família!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite