quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Desarrumação e procrastinação

Palavra de honra que eu gostava, gostava mesmo de ser daquelas pessoas que mantém a casa sempre limpa e organizada. Gostava de gostar de ser assim. Mas... essa não sou eu. De todo! E quanto mais tempo livre tenho, menos me apetece fazer, a verdade é esta. Estes últimos dias, o meu filho não tem estado cá em casa e o que acontece é que tenho roupa empilhada no sofá para passar a ferro, sacos pelo hall de entrada, loiça para lavar, roupa passada para guardar, a árvore de natal ainda por desmanchar e toda uma série de coisas fora do sítio. Se já normalmente a vontade é pouca, quando ele cá não está, é, basicamente, nenhuma. E porquê? Ele não anda a cirandar pela casa, nem está a requerer a minha atenção, pelo que me deixo estar esparramada no sofá e a arrumação vai ficando para depois... e depois... porque procrastinar é comigo. Sei que não sou a única! Mas a verdade é... quem é que, depois de um dia cansativo de trabalho, tem vontade de chegar a casa, ter que fazer jantar e ainda andar a limpar, a arrumar a loiça, a roupa, a passar a ferro e tal e tal? O sofá a chamar por mim é tão mais convidativo...

2 comentários:

  1. Aproveitando o assunto, a quem interessar, um teste para identificar seu tipo de procrastinador:

    http://www.playbuzz.com/sidartal10/que-tipo-de-procrastinador-voc

    É baseado no livro de uma psicóloga chamada Linda Sapadin (“It’s About Time!: The Six Styles of Procrastination and How to Overcome Them”, Penguin Books, 1997).

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite