sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Roubados à descarada!

O sítio onde trabalho recruta pessoal através de trabalho temporário, como acontece tanto hoje em dia. Em Dezembro, mudou de empresa de trabalho temporário. E a antiga empresa começou a levantar problemas com o pagamento das caducidades. Não pagaram no dia certo e o que aconteceu foi que as pessoas se começaram a juntar na empresa de manhã, pessoas de 2º turno, que só entravam à tarde, pessoas de 3º turno, que trabalharam durante toda a noite e, a partir de uma certa hora, as pessoas do 1º turno, como eu, que foram lá tirar satisfações relativamente ao atraso nos pagamentos. A partir do momento em que elas disseram aos trabalhadores que ainda não havia dinheiro, foi o descalabro. O pessoal da noite, que trabalhou toda a noite, passou lá todo o dia, revezaram-se para ir almoçar, para elas não fecharem as portas, exigiram o dinheiro deles, chamaram a polícia e a televisão e fizeram uma revolução ali. Depois daquilo, elas finalmente disseram que iriam chegar cheques às 21h. Queriam fechar as portas na hora de fecho, às 18h, mas ninguém deixou. Depois de estarmos lá à porta uma série de tempo, apareceu a polícia outra vez. Foi um autêntico caos, elas chamaram seguranças, estavam com medo de ali estar... Às 21h, a hora em que era suposto virem os cheques, dizem que o gerente ainda estava a sair de Lisboa. E nós em Setúbal, à espera... Entretanto, chegou mais polícia, pediram-nos a todos para esperar na rua, fizeram uma barreira e não nos deixaram aproximar. Lá veio o gerente, com escolta policial, toda a gente aos gritos e insultos. Depois, só nos deixaram entrar em grupos pequenos e sempre com a polícia lá dentro. No fim, ainda nos pagaram a menos, já lá voltámos, rectificaram uma parte, mas ainda falta e elas não admitem. Andamos a reunir algumas pessoas das que lá estiveram e já temos reunião marcada com o sindicato. Têm sido dias atribulados e de muito stress. Hoje houve reunião na ginástica e na escola, da associação de pais, tivemos que nos dividir. Enfim, preciso de descanso!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite