quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Fartinha de gente otária...

Às vezes pergunto-me que tipo de gente é esta a que estamos entregues. Pergunto-me o que será que lhes passa pela cabeça quando tiram os cursos. 

Hoje fui a uma consulta com o médico de família para pedir exames de rotina, uma vez que já não faço exames assim regularmente desde a gravidez, há uns bons seis anos. A resposta do médico foi esta: "não há exames de rotina, a não ser que a pessoa tenha algum problema ou a partir de uma certa idade. Caso contrário, isso faz-se é no privado, para eles sacarem mais dinheiro às pessoas. Com 26 anos, não precisa de exames de rotina". Wtf?? Fico estupefacta. Valeu-lhe uma reclamação no livro. Monte de merda, que não tem adjectivo melhor.

Hoje também o meu filho chegou a casa a dizer que a educadora da sala dele contou uma história assustadora, sobre pesadelos, tiros e monstros na hora de dormir. E o difícil que foi que ele adormecesse hoje? Chorou desalmadamente, a soluçar, com medo, porque não se conseguia esquecer a história. Mas a educadora e a auxiliar, duas pessoas com curso, habituadas a lidar com crianças, não são capazes de ter dois dedos de testa para perceber que isto não são coisas que se digam a miúdos pequenos? Já lhe escrevi um recado na caderneta para que isto não se repita.

Coragem para aturar esta gente de merda!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite