quinta-feira, 4 de outubro de 2018

30!


Pois é! Parece que, finalmente, saí da casa dos 20. Até custa a acreditar. Não me sinto uma adulta na verdadeira acepção da palavra, na maior parte das vezes. Talvez nunca venha a sentir. É assim com toda a gente? Tanta coisa mudou na minha vida nestes últimos anos, que nem me sinto a mesma pessoa. Há 10 anos, estava grávida do meu primeiro filho, ainda agora estive a ver fotos dessa altura. Super fresca e fofa, apesar de muito grávida, mesmo com o ar de quem ainda tem 20 anos no lombo. Passei por diferentes empregos até aqui. Tive o meu filho. Tirei um curso profissional de auxiliar de educação infantil. Conheci muitas mães. Aprendi muitas coisas sobre a maternidade. Comecei a dedicar-me à cozinha. Conheci aquele que seria o meu marido. Saí de casa dos meus pais. Mudei de casa. Conheci pessoas novas. Fiz noitadas em Setúbal; no Montijo; em Lisboa. Inscrevi-me numa academia de dança. Engravidei. Abortei. Levei o meu filho ao Zoo, ao Oceanário e ao Pavilhão do Conhecimento duas vezes. Fomos ao circo. Passámos férias no Algarve. Casei. Fui de lua-de-mel. Engravidei novamente.

Em 2008 com a minha irmã, na última semana de gravidez

Em 2009, nasceu o meu primeiro grande amor

Mas eu continuava a ser uma miúda de 20 sempre em festa

Em 2010, ainda em casa dos meus pais, tinha poucas responsabilidades e muito tempo livre

Em 2011, quando cheguei aos 23, vivia para o meu filho...

... e para os amigos que ainda conservava

Em 2012, comecei a namorar com o Bruno

Em 2013, no dia em que completei 25 anos, ele pediu-me em casamento

Em 2014, as festas da terrinha já tinham começado a deixar de ser para diversão com amigos, para passar a ser território do meu filho

O meu ginasta lindo em 2015

E as saídas à noite já eram um acontecimento muito esporádico

Em 2016, aos 28, a família já era o foco, já não havia grandes festas e o círculo de amigos já se tinha tornado restrito

Em 2017, mais ou menos há um ano, despedi-me do emprego onde estive 5 anos

E, finalmente, em 2018, casámos...

... e aos 30, estou prestes a conhecer o segundo grande amor da minha vida

O que retiro destes 10 anos é que cresci, basicamente. Todas os acontecimentos e mudanças destes últimos 10 anos foram nessa direcção. Amadureci. A minha vida é outra. Era feliz com 20. E sou feliz com 30. Parabéns para mim!

6 comentários:

  1. Parabéns!!! E que venham muitos anos de felicidade <3

    ResponderEliminar
  2. Muitos Parabens ! As maiores felicidades do Mundo. Deve ser maravilhoso festejar os 30 gravida ☺️🎂

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns e muitas felicidades!
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns, que venha 365 dias de mais conquistas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Muitos parabéns! Espero que a vida te traga muitos mais anos de felicidade :).
    Acho que nunca nos sentimos adultos. Mas se existisse uma definição exata de adulto, tu estarias muito lá perto, com todas essas coisas que já alcançaste. Eu tenho 21 anos e ainda me sinto uma criança, mesmo já estando a acabar o curso. Não me imaginava a ser mãe agora. Teres embarcado na aventura da maternidade com apenas 20 anos é mesmo admirável. É mesmo engraçado como na faixa etária dos 20 andamos todos em fases diferentes e temos níveis de maturidade diferentes.
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  6. Muitos Parabéns, ainda que atrasados ;)

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite

Alice aos 9 meses

Com a correria do dia-a-dia e o pouco que tenho conseguido vir cá, deixei passar os 9 meses da minha gorda aqui no blog. Apesar de estar a ...