quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Séries viciantes #28 \\ American Horror Story


Sinopse: American Horror Story é uma série de terror criada e produzida por Ryan Murphy e Brad Falchuk. Descrita como uma série antológica, cada temporada é concebida como uma história independente, seguindo um conjunto de personagens e ambientações distintas, e um enredo com o seu próprio "começo, meio e fim"

A primeira temporada, intitulada Murder House, passa-se durante o ano de 2011, e é centrada na família Harmon, que se muda para uma mansão restaurada, sem saber que a casa é assombrada pelos seus antigos habitantes. A segunda temporada, intitulada Asylum, ocorre no ano de 1964 e segue as histórias dos pacientes, médicos e freiras que ocupam uma instituição para criminosos insanos. A terceira temporada, Coven, passa-se durante o ano de 2011, na cidade de New Orleans, e relata os acontecimentos num clã de bruxas originadas de Salem e do vudu. A quarta temporada, Freak Show, trata de um espetáculo de aberrações na cidade de Jupiter, Flórida, em 1950. A quinta temporada, Hotel, estreou em outubro de 2015 e é ambientada num hotel macabro. A sexta temporada, intitulada Roanoke, passa-se na ilha de Roanoke, durante os anos de 2014–2016, e concentra-se nos eventos paranormais que ocorrem numa fazenda isolada. A sétima temporada, intitulada Cult, decorre na cidade fictícia de Brookfield Heights, em Michigan, e mostra os terrores que acontecem após a eleição presidencial dos Estados Unidos em 2016. A oitava temporada, Apocalypse, traz-nos o fim do mundo num futuro não muito longínquo causado pelo anticristo e é uma espécie de crossover entre Murder House e Coven.

Apocalypse

Asylum

Coven

Freakshow

Hotel

Murder house

Roanoke

Opinião: Acho que esta série nunca cansa, por um motivo simples: o facto de todas as temporadas serem independentes. Usam o mesmo grupo de actores, mas cada história é totalmente diferente, um universo distinto, acontecimentos que em nada se relacionam com os da temporada anterior e é uma série muito rica em ideias. Cada temporada é brilhante, todas elas macabras e com ideias que nos fazem pensar que imaginação fértil tem aquela gente, com desfechos e resoluções inesperados, imagens que nos transportam para o mundo que está a ser representado. Tem coisas arrepiantes, não é uma série para qualquer consumidor, mas para quem gosta do género, é uma que aconselho.

2 comentários:

  1. Não vejo,vou dando espreitadelas aos episódios que o meu irmão vê e sim ele adora!

    ResponderEliminar
  2. Parece excelente, já estive mesmo mesmo para ver, mas nunca tenho tempo!

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite

Férias 2019 #2