segunda-feira, 4 de março de 2019

Livros que recomendo #29 \\ Uma verdade simples



Sinopse: A descoberta de um bebé morto num celeiro dos amish abala profundamente a comunidade. Mas a investigação policial conduz a uma descoberta mais chocante: há provas circunstanciais que sugerem que foi Katie Fisher, uma jovem amish solteira de dezoito anos, que se julga ser a mãe do bebé, que lhe tirou a vida. Quando Ellie Hathaway, uma advogada desiludida da grande cidade, chega a Paradise, na Pensilvânia, para defender Katie, dá-se um choque entre as duas culturas e, pela primeira vez na sua carreira fulgurante, Ellie enfrenta um sistema de justiça muito diferente do seu. 

Mergulhando profundamente no mundo daqueles que vivem uma «vida simples», Ellie terá de chegar a Katie. E, ao desvendar uma morte complexa, Ellie é obrigada a olhar também para dentro de si, para confrontar os seus medos e desejos quando um homem do seu passado entra de novo na sua vida.


Opinião: Dos livros que li desta autora até agora, este é capaz de ter sido o que gostei mais. Embrenha-nos profundamente no estilo de vida Amish e envolve-nos de tal modo que nos facilita o entendimento do seu modo de vida. Nunca foi coisa que eu conseguisse entender muito bem, mas nada contra os seus ideais; na verdade, tenho uma certa admiração pelo conceito do desapego e humildade que eles praticam. 

A única coisa que me faz alguma comichão - e que também é visada neste livro - é cortarem relações com quem decide seguir um caminho diferente do resto da comunidade. Excomungar um membro da família só porque fez escolhas diferentes numa comunidade amish é para mim tão difícil de aceitar como rejeitar um familiar que se assume gay ou se casa com uma pessoa de outra raça. 

Gostei da forma como nos são apresentadas as personagens, porque ao longo de todo o livro conseguimos ver pelos olhos de cada um e pormo-nos no seu lugar, simpatizando com eles até, mesmo que as suas atitudes nos parecessem incorrectas ou condenáveis.

Uma das coisas que me fascina num livro é não conseguir prever o desfecho e andar ali sem perceber o que realmente se passou, tecendo teorias e imaginando se estão certas até às últimas páginas. E este livro consegue isso!

1 comentário:

Manda o teu bitaite

Férias 2019 #2