sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

A música...



Eu tenho plena consciência que tenho mau feitio, que sou bruta e anti-social; que nem sempre sei ficar calada e que, às vezes, digo tudo o que penso sem filtros e sem pensar que há coisas (e pessoas) que não valem o esforço; e que, para as pessoas, em geral, pareço um bloco de gelo. Até porque raramente falo sobre a minha vida pessoal e, sobretudo, acerca dos meus sentimentos, bem como também não choro à frente de ninguém. Contudo, há qualquer coisa na música que desperta em mim um lado sentimental. Às vezes, são músicas do meu passado, que me dizem muito, que me remetem a situações e circunstâncias onde fui feliz e onde sofri; músicas que me levam de volta à adolescência e a tanta coisa que aconteceu na minha vida nesse período; músicas que me trazem à memória pessoas que conheci e que, de alguma forma, deixaram uma marca na minha vida. No entanto, nem sempre é assim. Outras vezes, são músicas que não têm um significado pessoal, mas cuja letra me toca no coração. Também vos acontece?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Manda o teu bitaite

Dormir é um desperdício

Eu sempre disse que dormir era um desperdício de tempo útil. Tanta coisa que existe para fazer e todos nós sabemos que, muitas vezes, a...