quinta-feira, 11 de abril de 2013

Coisas que me irritam


Dizer a ele.
Magoar-lhe.
A gente somos.
Levamos-o.
Gostas-te.

Epa, é assim... pessoas!! Dizem tantas vezes coisas como estas, erros destes, que já me enervam. A sério, pá. Dizer-lhe, magoá-lo, nós somos ou a gente é, levamo-lo, gostaste... é assim TÃO difícil? 

Mas não é só isto que me irrita. Pessoas que, ao falar comigo, passam o tempo todo, cooooooonstantemente a tocar-me no braço. Caraças, mas falam com as mãos? Detesto que me toquem!

Pessoas que, ao verem outra ao telemóvel, vão pôr-se ao pé ou a falar com a pessoa. Então, mas... e a educação?! Ficou em casa? Quando vejo alguém ao telefone, afasto-me e, certamente, não me vou pôr de conversa.

Pessoas que não admitem os erros. Lá no trabalho, entrou uma rapariga esta semana que só faz o que não deve, porque tem a mania que é esperta. A que entrou com ela pergunta quando não sabe e pede ajuda. Foi, exactamente, o que eu fiz a semana passada, quando entrei e é o que faço se precisar de alguma coisa. Aquela, além de não pedir, insiste em dizer que não fez determinada coisa, connosco a vê-la fazer. Para além de não ligar ao que lhe dizemos, nem ouvir o que lhe ensinam.

Gente que não me responde às mensagens. Mas não é tipo uma ou duas horas até responder. Isso aceito. É mesmo gente que não me responde, de todo, até precisarem de qualquer coisa. E, especialmente, que insistem para que eu responda quando são eles a mandar e eu não vejo logo. Nervos!!!

Pessoas que tentam meter o bedelho na forma como educo ou falo com o meu filho. Ora, vamos lá a ver. Quem é que andou com ele 9 meses na barriga e o pariu? Quem é que o fez e cuida dele? Não mando palpites na educação dos filhos dos outros, também não admito que o façam comigo.

Gente antipática, a quem uma pessoa diz bom dia ou boa tarde e que nem se dignam responder. Dá logo vontade é de perguntar se vão sozinhos ou se querem que os mande.


12 comentários:

  1. Estou contigo...não gosto que me façam nada disso também (excepto a parte do filho que não o tenho, mas imagino que deve ser irritante)!

    ResponderEliminar
  2. Essa última parte deixa-me com os cabelos em pé. Não suporto mesmo! Então quando me estão a atender e, por exemplo, chegam à mesa e é logo "o que vai ser?", e dizer bom dia ou boa tarde está quieto. Custa muito???
    E os erros também tenho de concordar que me faz alguma urticária. ;)

    ResponderEliminar
  3. ahahah "O comer", é super bimbo.

    ResponderEliminar
  4. APLAUSOS Mulher, aplausos!! E os "gostastes", "fizestes", "dissestes"?? GOD...

    ResponderEliminar
  5. CM nem sei cm me esqueci desses! Que horror

    ResponderEliminar
  6. ahahaha fartei-me de rir com a primeira parte do mail :) aqui tens mais umas para juntar à lista: dá-le!, há-des ver e melhor ainda: há-dem ver!! :)

    ResponderEliminar
  7. Sonhadora, mas é mesmo!

    Inês, educação não é com eles.

    S* ahah, já não me lembrava desse.

    ideias com linhas, isso... ODEIO. Dá tanta vontade de corrigir à chapada, lol.

    ResponderEliminar
  8. Concordo com tudo, sobretudo com os erros de português e a falta de resposta, seja de uma SMS seja de um e-mail.

    ResponderEliminar
  9. Olá

    Belo post, concordo plenamente.

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Subscrevo! :) ah, e gostei do blog! Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Canca :) bjo

    Joana obrigada ;) beijinho

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite