sexta-feira, 1 de julho de 2016

Mulherengos e rameiras

Aconselho a lerem este artigo do Capazes. Sobre um assunto que já foi debatido e debatido, pisado e repisado, mas que ainda não deixou de ser actual e que, tão depressa, não deixará, infelizmente. É uma questão que me revolta, desde cedo. Aí está escrito tudo aquilo que penso e subscrevo na íntegra. Penso que já aqui falei deste assunto, pelo que não vou alongar-me neste post, queria apenas partilhar convosco.

"Mulher não bebe muito. Não se mostra muito. Não pina muito. E enquanto não destacarmos estes rótulos, ficaremos empedernidos no tempo, no vácuo a moral e dos costumes. Somos diferentes. Mas somos iguais nas escolhas. O meu corpo. O meu direito. O meu gosto. O meu prazer. O meu desejo. As minhas escolhas... e, sobre essas, que ninguém opine. Escolherei, sempre, ser uma meretriz oferecida e bêbada mas livre."

1 comentário:

Manda o teu bitaite