sábado, 11 de novembro de 2017

Beijos, beijos, beijos


Há muito tempo que tenho este problema com a intimidade, o contacto físico, o toque, a proximidade. Especialmente, com pessoas que não me são próximas. Mesmo as que são, nem todas eu cumprimento regularmente com beijinhos. Contam-se pelos dedos de uma mão essas pessoas, que são os meus pais, o meu filho e o B. Geralmente, eu sou aquela pessoa que chega a algum lado e dá o olá geral, um bom dia, boa tarde ou boa noite que espero que interpretem como "sintam-se todos cumprimentados". Acho um exagero apresentarem-nos alguém e essa pessoa insistir em dar-nos dois beijos, quando acabámos de nos conhecer. Sempre me fez confusão que, no emprego, por exemplo, as pessoas cheguem e cumprimentem todos os colegas com dois beijinhos. Porquê? Vejo-os todos os dias. Depois, há pessoas que não se contentam com os beijinhos, querem adicionar abraços, festinhas no braço, toques indesejados. Não. Muito menos. Se querem um cumprimento além do apenas verbal, optem sempre pelo aperto de mão, que, mesmo assim, por vezes, é desagradável, quando a pessoa em questão tem a mão alagada em suor ou por nos questionarmos por onde andou aquela mão antes de tocar na nossa. Contudo, é um cumprimento mais impessoal e distante, para quem é incapaz de se contentar com um simples olá. Dois beijinhos é algo tão íntimo, que pede proximidade e confiança com a pessoa que está à nossa frente. Não consigo entender esta necessidade de contacto físico que existe nos portugueses. Acabem logo com isso, vá.

4 comentários:

  1. Também não gosto nada de beijos, mas até ao meu marido e mãe custa... Aliás, a toda a gente mesmo.

    Mas eles já sabem e respeitam.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Este texto podia ter sido escrito por mim. Nunca fui pessoa de muitos beijos e abraços. Dou apenas (e só) a quem quero. Sou até mais de abraços do que de beijos. E faz-me muita confusão a "etiqueta social" exigir que se cumrpimente as pessoas com dois beijos. Às minhas colegas digo "bom dia" e chega. Não gosto que invadam o meu espaço. Sempre fui assim e sempre serei. E não é por isso que sou menos carinhosa ou afetiva. Simplesmente apenas o demonstro a quem realmente gosto!

    ResponderEliminar
  3. E quando vais cumprimentar alguém com dois beijos e essa pessoa dá só um e ficas com a cara pendurada? Se não houvesse essa hábito dos beijinhos estas situações constrangedoras não aconteciam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também é muito constrangedor... é um hábito a ser abolido!

      Eliminar

Manda o teu bitaite

O último trimestre

Como está a ser o vosso mês final de gravidez? É o título do tópico publicado no fórum De Mãe para Mãe, que podem ler ao aceder a esse ...