domingo, 17 de dezembro de 2017

17 again


Sinopse: Mike era uma estrela do basket, um miúdo popular no secundário, que tinha um futuro promissor; porém, desistiu desse caminho para casar-se com a namorada grávida. Quase vinte anos depois, com um casamento arruinado e com um trabalho que não o leva a lado nenhum, os seus filhos vêem-no como um fracassado. Contudo, ele tem a oportunidade de corrigir os erros que cometeu e mudar a sua vida, quando, milagrosamente, volta a ser um adolescente.







Opinião: Este é um daqueles filmes de domingo à tarde (eu vi-o sábado de madrugada, mas como ando com os horários todos trocados, é mais ou menos a mesma coisa!). Acho que há algum tempo que não via este género de filmes; não vou dizer que é daqueles enredos profundos e arrebatadores, que nos prendem ao ecrã e nos fazem ficar com a ansiedade de querer o final. É, antes, um filme fofinho, cheio de clichés, que nos mostra, mais uma vez, a realidade dos miúdos populares na escola e os rumos que seguem depois disso. É bom para passar o serão, distrai, cumpre o propósito e serve também para nos relembrar que não devemos viver no passado e dar valor ao que temos de bom na nossa vida no presente.

1 comentário:

Manda o teu bitaite

Superstições

Se há coisa que não suporto são as superstições. Se cada um quiser tê-las, por mim, tudo bem; por respeito não digo o que penso sobre o ass...