domingo, 5 de março de 2017

Menino crescido!

Bem, ontem lá fomos para o hospital. Por descargo de consciência. Os níveis de oxigénio no sangue continuavam muito instáveis e a linha da Saúde 24 aconselhou a ir lá só para despiste, uma vez que ele não tinha mais nada além das dores de cabeça ocasionais. Pusemos a hipótese de serem enxaquecas, porque há antecedentes na família. Pusemos a hipótese de o oxímetro estar descalibrado. No hospital, tudo ok: a temperatura, a tensão e os níveis de oxigénio. Disseram-nos que podia ser um mau contacto, que havia níveis ali impossíveis, ou ele estaria quase sem respirar, que podia ser de ser um dedo de criança e aconselharam-nos a experimentar no polegar, por exemplo, que é maior. Fizeram o que chamaram de exame neurológico sumário, como seguir a luz de uma lanterna com os olhos e mais 3 ou 4 coisas que levaram o médico a concluir que nada de anormal se passava. Lá fiquei mais descansada. Só aconselhou a ser seguido para se estudar as dores de cabeça, mas não me pareceu muito preocupado. Talvez não passe mesmo de enxaqueca, do mal o menos.

Hoje, cheguei ao quarto dele para lhe dizer para fazer a cama (que já faz sozinho, mas normalmente tenho que lhe relembrar). Mas quando lá cheguei... já estava feita! Depois, quis vir ajudar-me, esteve a estender roupa e a lavar loiça comigo. E está danadinho para que lhe diga o que mais pode fazer. Muito dado às lides domésticas! É melhor aproveitar... e ir incutindo enquanto ele está para aí virado, para não perder o hábito quando for mais velho. Rico menino da sua mãe!

4 comentários:

  1. Gostei de ler sobre os hábitos de ajuda doméstica do seu filho. no meu blog a postagem mais nova fala exatemente sobre mulheres, homens e tarefas... passa lá para ler e deixar a sua opinião. Bjs

    http://cafefeminices.blogspot.com.br/2017/03/mulheres-que-reclamam.html

    ResponderEliminar
  2. Muito bem! Por favor, não o eduques a depender de alguém para às lides domésticas, continua a habituá-lo a ajudar como estás a fazer (e muito bem!)

    Fico contente por não ser nada de grave (=

    ResponderEliminar
  3. Anabela, obrigada pela visita. Bj

    Sofia, não quero que ele dependa de ninguém futuramente. Sei como isso pode causar chatices :P e sim, ainda bem que não é nada de grave! :)

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que os resultados foram positivos.
    Concordo com os outros comentários, acho que fazes muito bem em ensinar o filhote a ajudar com as lides domésticas.

    ResponderEliminar

Manda o teu bitaite